TURISMO FRACO TAMBÉM É CONSEQUÊNCIA DA FALTA DE AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS

TURISMO FRACO TAMBÉM É CONSEQUÊNCIA DA FALTA DE AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS

Nos últimos anos Camocim tem visto o movimento melhorar em alguns momentos de lotação, feriados e férias, mas isso não é o suficiente para manter o ano inteiro o pagamento de despesas e fazer os negócios lucrarem. Felizmente, o que tem mais ajudado a Camocim se divulgar são as redes sociais, os turistas que vem a cidade e divulgam aos amigos, parentes e até desconhecidos, porém, poderíamos ter um fluxo maior se houvessem ações coordenadas divulgando o destino e organizando internamente ações informativas. Muitos funcionários de pousadas, restaurantes e outras empresas não sabem nem indicar ao turista um bom local para comer o que ele procura, indicar um bom passeio e etc. Recentemente ouvi uma pessoa relatar que ficou 5 dias na cidade e na pousada ninguém sabia informar onde tomar um bom café pela tarde..

Alguns anos atrás, encabeçados pela primeira Secretária de Turismo de Camocim, Flor de Liz Romeiro, vários empresários foram a Fortaleza participar de um café da manhã com agentes de viagem. Até pouco tempo atrás também haviam pequenos mapas da cidade com propaganda de algumas empresas em campanha ação pela extinta AETRE. Campanhas informativas e ações para divulgar a cidade devem ser constantes, informação nunca é demais, principalmente para nosso cliente interno, ainda mais por que temos uma grande rotatividade de empregados em muitos hotéis e pousadas e as vezes a informação que um sabe, não é repassada ao novo funcionário. Cada empresário deveria fazer frequentemente visitas ao comércio, instituições públicas, restaurantes ou pousadas divulgando seu negócio, oferecendo uma cortesia ou degustação do seu produto. Não há outra receita no turismo, afinal, como vender o que você não conhece?